Image



Encontro Musical de Indaiatuba


CORPO DOCENTE







Image

Paulo de Paula – Diretor artístico e Regente da Orquestra Acadêmica

Natural de Pouso Alegre, Minas Gerais, é fundador da Orquestra Sinfônica de Indaiatuba, ocupando desde o início as funções de diretor artístico e regente titular. Também é fundador da Orquestra Jovem de Indaiatuba e da Escola de Música a ela ligada e que juntamente com a Sinfônica, vêm desempenhando desde 2003 papel fundamental na vida musical e artística de Indaiatuba e região. Foi aluno do maestro Henrique Gregori entre 2004 e 2009 e do maestro Isaac Karabtchevsky entre os anos de 2009 e 2013. Participou de diversos cursos e masterclasses no Brasil e no exterior, trabalhando com maestros como Johannes Schlaefli (Suíça), Norbert Baxa (República Tcheca), Alexander Polischuk (Rússia), Daisuke Soga (Japão), Luis Gorelik (Argentina), Osvaldo Ferreira (Portugal), Donald Schleicher e Larry Rachleff (EUA). Em 2011, foi um dos dez jovens regentes selecionados para participar da European Music Academy, na República Tcheca, onde se apresentou à frente da North Czech Philharmonic. Também dirigiu a Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, Orquestra do Algarve (Portugal), a Orquestra de Câmara de Bariloche (Argentina), Boulder Chamber Orchestra (EUA) e New Symphony Orchestra (Bulgária). Atualmente é doutorando em música pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), onde também é Bacharel em Violino e Mestre no programa de Performance Musical. Desenvolveu nesta mesma instituição projetos de pesquisa nas áreas de performance, musicologia histórica e análise musical como bolsista do CNPq e pesquisas em práticas interpretativas em música antiga.





Image

Artur Huf – Violino

Iniciou seus estudos com Afonso Krieger, continuando com Reinhold Sigwalt, Jacob Streithorst, Berenice Liedke, Moacir Del Picchia e Alberto Jaffé , além de importantes nomes do cenário musical mundial como Chaim Taub (Israel), Nicolas Chumachenko (Alemanha), Cecília Guida (Argentina - Brasil), Paulo Bosísio (Brasil) e Cláudio Cruz (Brasil). Na Unicamp, cursou a faculdade de Regência. Foi Maestro Assistente da Sinfônica de Campinas em 2003 e 2004, estando à frente também da Sinfônica da Unicamp em diversos concertos. Em 2006 foi Maestro Assistente da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto. Em 2005 funda a Filarmônica Brasileira, onde é Maestro Titular e Diretor Artístico, realizando as turnês paulistas de 2007, 2008 e 2013. É spalla da Sinfônica de Campinas desde 2001, e da Sinfônica da Unicamp desde 1998. Foi spalla convidado em outras orquestras como Filarmônica de São Caetano do Sul e Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília. Como solista, apresentou-se com diversas orquestras como a Sinfônica de Americana, Sinfônica da Unicamp e Sinfônica de Campinas. É músico convidado da OSESP (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo), onde realizou vários concertos, gravações, e as turnês EUA (2009), e Europa (2010). Em 2010, funda o grupo ArsBrasil, voltado para a música de câmara brasileira, com o qual lança em CD o álbum triplo “Henrique Oswald – Música de Câmara”, já um sucesso de crítica. Entre 2012 e 2014 foi diretor artístico e maestro da Orquestra Jovem de Paulínia.







Image

Pablo de Leon – Violino

Natural de Cascais – Portugal, teve sua formação inicial no Brasil com a família Fukuda, Ayrton Pinto, e seu pai, Alejandro de León. Foi bolsista da Fundação Vitae para aperfeiçoamento em violino e música de câmara na classe do professor ChaimTaub, em Israel. Como solista tem se apresentado frente a importantes orquestras sob a regência de maestros como John Neschling, Leon Spierer, Ira Levin, Alex Klein, Jamil Maluf, Júlio Medaglia, José Maria Florêncio, Roberto Minczuk, Osvaldo Ferreira, entre outros. Como camerista tem se apresentado junto a músicos como Jean-Louis Steuermann, Sônia Rubisnky, Nelson Ayres, Emmanuel Strosser, Roy Shiloach, Isabelle van Keullen, HagaiShaham, Guy Braunstein, ReinerKüchl e Regis Pasquier, incluindo apresentações para a CNN e a BBC de Londres. Desde 2003, sob a regência do maestro Valery Gergiev, é o único violinista brasileiro a fazer parte da World Orchestra for Peace. Fundada por Sir Georg Solti e composta por spallas das principais orquestras do mundo. Destaque para a turnê de 2012, onde atuou como spalla no Carnegie Hall em Nova Iorque e no Symphony Hall em Chicago. Como professor de violino, ministrou aulas em diversos festivais, como o Festival Eleazar de Carvalho em Fortaleza, o Festival Internacional de Campos do Jordão, o Festival Internacional de Verão de Brasília, entre outros. Atuou como spalla da Orquestra Sinfônica Brasileira da Cidade do Rio de Janeiro de 2008 a 2014 e desde o ano 2000 ocupa o cargo de spalla da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo.









Image

Gabriel Marin – Viola

Natural de Piracicaba, é violista do Quarteto Carlos Gomes e da OSUSP. Em 2004 foi vencedor do Premio Eleazar de Carvalho, sendo agraciado com uma bolsa de estudos no exterior. Estudou na Dinamarca na classe do Prof. Rafael Altino, além de ter ganho bolsa integral da Heinemann Foundation para participar na Suiça do Verbier Festival &Academy, onde foi aluno de NobukoImai e Roberto Diaz. Em seu retorno ao Brasil, foi o primeiro viola solo da OSB por 6 temporadas. Atuou como solista frente a diversas orquestras brasileiras, como OSB, Sinfonicas da Paraíba, Sergipe e Campinas, além de ter tocado a frente da Orchestre D’Auvergne (França). È frequentemente convidado como professor em muitos Festivais pelo Brasil, como Londrina, Gramado, Curitiba e Campos do Jordão. Atualmente, além do Quarteto e da Orquestra, é Professor da Academia de Violas do NEOJIBA e Professor de Viola e Coordenador de Música de Câmara no Instituto Baccarelli.








Image

Fabio Presgrave – Violoncelo

Natural do Rio de Janeiro, recebeu seus títulos de Bacharel e Mestre em Performance pela renomada Juilliard School of Music em Nova Iorque, onde estudou com Harvey Shapiro e Joel Krosnick. Apresentou-se como solista junto a orquestras como Qatar Philharmonic, Orquestra Filarmônica de Rosário (Argentina), Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, Orquestra Sinfônica Nacional, Orquestra Sinfônica do Paraná, Orquestra Sinfônica da Bahia, Orquestra Sinfônica de Minas Gerais dentre outras. Recebeu o Menção de destaque da temporada 2003 pelo “Jornal do Brasil” e o Prêmio Carlos Gomes em 2006 como membro do Quarteto Camargo Guarnieri. Ministrou Masterclasses e atuou como professor convidado em grandes centros de ensino musical, como Sibelius Academy (Finlandia), Royal Academy of Music (Dinamarca), Muenster MusikHochSchule, Folkwang Universitat der Kunste (EssenAlemanha), Universitaet der Kuenste (Alemanha) e Festival Internacional de Campos do Jordão. Tem participado de bancas de Concursos Internacionais de Violoncelo como o David Popper Wettbewerb na Hungria e Suzhou na China. É Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com o cargo de Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Música da UFRN e Professor Colaborador do PPGMUS da USP. Fabio Presgrave é Doutor pela UNICAMP e recentemente, com bolsa da CAPES, realizou em colaboração com o Prof. Matias de Oliveira Pinto sua pesquisa Pós-Doutoral na Westfaelisch Wilhems-Univesitaet, onde atuou como professor convidado em 2018.






PROFESSORES ADJUNTOS








Image

Álvaro Damazo – Regente da Camerata de Cordas

Iniciou seus estudos musicais em Araçatuba (São Paulo) no Instituto Musical Heitor Villa- Lobos, no curso de violão clássico, dando prosseguimento a seus estudos no “Centro de Estudos Musicais José Renato”, onde estudou contrabaixo e música popular. Em 1993 ingressou no Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí – SP nas classes de contrabaixo da professora Ana Valéria Poles e de composição do professor Edson Beltrami. Também estudou composição com o maestro Ernst Mahle em Piracicaba e contrabaixo com Antonio Arzolla (UNIRIO-RJ). Participou dos Festivais de Inverno de Campos do Jordão, Festival de Itu, Oficina de Música de Curitiba, Festival de Música de Brasília, Festival de Campos (RJ) e de Bragança Paulista (estágio de contrabaixo). Atualmente é regente da Orquestra Jovem de Indaiatuba, onde também atua como professor de contrabaixo. Atua também como contrabaixista da Orquestra Sinfônica de Indaiatuba e da Orquestra Sinfônica Municipal de Americana e como professor de contrabaixo e prática de orquestra na Escola Municipal de Música “Heitor Villa-Lobos”, em Americana.







Image

Alfredo Resende – Violino

Alfredo Rezende é natural de Varginha e iniciou os estudos com Eliseu Barros (Belo Horizonte). Graduou-se bacharel em Violino na Unicamp (Campinas), sob orientação de Moacyr Del Picchia. Estudou posteriormente com Cláudio Micheletti (São Paulo). Integra a Orquestra Sinfônica de Indaiatuba e a Camerata Oficina de Cordas de Campinas. Foi convidado como solista pela Orquestra Filarmônica de Valinhos e Oficina de Cordas. Atuou como músico convidado da Orquestra Sinfônica de Sorocaba, Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas e Camerata Brasiliana. Participa do Ensemble Gaoshan Liushui de São Paulo, voltado à música chinesa clássica, onde toca erhu. Doutorou-se pela Unicamp apresentando, como tese, análises rítmicas e timbrísticas da música coral grega antiga. Entre as gravações, destacam-se dois álbuns do Quinteto Café Tango (violino) e a participação no álbum NÁ E ZÉ, de Ná Ozzetti e Zé Miguel Wisnik (erhu). Apresentou-se em salas tais como o Memorial da América Latina, Black Box Gasteig de Munique, Teatro São Pedro, Teatro Klauss Vianna, CCSP Vergueiro, CPFL Cultura, além de SESCs de São Paulo e Rio de Janeiro.







Image

Jéssica Benedecte – Violino

Natural de Indaiatuba, iniciou seus estudos musicais em sua própria cidade natal. Em 2003 ingressou no Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí – SP, onde estudou violino com o professor Pedro Delarolle. Entre 2010 e 2011 foi aluna de Claudio Micheletti e desde 2012 do violinista Pablo de Leon. Participou do Festival Música nas Montanhas, em Poços de Caldas na classe da professora Elisa Fukuda. É Licenciada em música pela CEUNSP. Atua como professora de violino na Orquestra Jovem de Indaiatuba desde 2009 e também como violinista da Orquestra Sinfônica de Indaiatuba.







Image

Sérgio Ribeiro – Violoncelo

Natural de São Paulo, iniciou seus estudos com o professor Moacyr Martins, tendo aulas de violão erudito e cavaquinho. Posteriormente estudou violoncelo com os professores Fábio Belluco e Moises Ferreira. É Bacharel em Violoncelo pela Unicamp onde foi orientado por Dimos Goudaroulis e André Micheletti. Participou de Masterclasses com Dennis Parker (Louisiana State University), Helga Winold (Munique-EUA), Lilit Kurdiyan (Armênia-EUA) e Ovidiu Marinescu (West Chester University). Em 2013 participou do curso de Filosofia do Método Suzuki com a professora Shinobu Saito e em 2016 participou do curso de treinamento do livro 1 de violoncelo do Método Suzuki e em 2017 dos livros 2 e 3, todos eles sob a orientação da Teacher Trainner Patrícia Pasmanter (Argentina). Em 2018 participou de cursos de aprimoramento de ensino baseado na filosofia Suzuki com o professor Rick Mooney. Integrou o tradicional grupo de choro “Moacyr Martins” de Indaiatuba entre 2005 a 2013 como violonista, cavaquinhista, violoncelista e bandolinista. Em 2010 participou de turnês pelo estado de São Paulo com o grupo “Choro das Três”, atuando como cavaquinhista e violoncelista e no ano seguinte participou como convidado no CD “Escorregando” com o mesmo grupo. Atuou também como violoncelista na Orquestra Sinfônica da Unicamp. Atualmente é professor de violoncelo da Orquestra Jovem de Indaiatuba e do Centro Suzuki de Indaiatuba, atuando também na Orquestra Sinfônica de Piracicaba e Orquestra Sinfônica de Indaiatuba.








Organização

Coordenador Pedagógico : Marcel Murari

Secretária: Ariane Tiago